Temas em Foco

Lições da prática

5 lições que aprendi nesse ano como gestora é o texto que abre as publicações de março. A autora é Camila Zentner Tesche, coordenadora pedagógica da E.M. Manuel Bandeira, Guarulhos/SP, há 9 anos. Desde 2015, faz parte do mapa de escolas inovadoras do MEC.

Escola é um lugar de aprendizado para todo mundo – e para o gestor não é diferente! Nesse ano, mais uma vez, estar na gestão me trouxe vários aprendizados e tenho certeza que com vocês não foi diferente. Separei alguns para compartilhar para que possam talvez se identificar ou, quem sabe, até contribuir um pouquinho na trajetória de aprendizado de vocês. Vale a pena conferir!

O texto O fazer pedagógico, escrito por Cleiton Evandro Corrêa Pimentel começa com uma citação de Paulo Freire que diz: “faz parte da natureza da prática docente a indagação, a busca, a pesquisa”, o que nos leva ao entendimento de que o fazer pedagógico deve ser construído no cotidiano. É sempre dinâmico e deve provocar a resolução de problemas. O que devemos fazer é analisar o contexto do nosso público-alvo, proporcionando-lhes a busca para serem autônomos na tomada de decisões e na constante reflexão do seu papel como agente de transformação no mundo.

O contemporâneo e a educação, sugestão de vídeo que dá às escolas um lugar de destaque e revisa críticas, comenta também a ideia de que a educação seria a solução para os problemas do mundo. A escola não tem o gabarito de respostas para as nossas crises. Ao contrário, é o palco onde se manifestam todas as nossas angústias sociais. A filósofa Viviane Mosé traz uma discussão sobre como o acesso à informação afeta o ensino nas escolas que acabam não sendo a solução para os males da sociedade.

A sugestão de atividade Os (as) estudantes da nossa escola conhecem bem o PEC? nasceu a partir dos resultados das avaliações quantitativa e qualitativa 2018, pois ainda demonstram que muitos alunos e suas famílias conhecem pouco ou nunca ouviram falar do PEC. Alguns relatórios dos grupos cooperativos justificam esse desconhecimento dizendo que alunos e famílias não relacionam as atividades cooperativas ao PEC ou ao Cooperjovem. Por isso, sugerimos a realização de uma pesquisa de satisfação que vai ajudar a divulgar o Programa e o Projeto Educacional Cooperativo. É importante que os professores expliquem um e outro antes de aplicar a pesquisa.

Asas ou gaiolas? é a dica da quinzena. Traz o pensamento de Rubem Alves acerca da visão de educação que as escolas têm. “Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são pássaros em voo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar”. Consulte as características de cada modelo e reflita se a sua escola está mais para gaiola ou mais para asa.

Por fim, publicamos a sugestão de leitura Competências de educador, pois todo projeto de mudança vem carregado de valores, ideais e concepções que, articulados entre si, desenham objetivos e indicam modos de fazer. O bom desempenho para a concretização dos objetivos traçados depende, em grande parte, da apropriação que se faz dos significados que permeiam tais projetos. A formação inicial e continuada, com potencial para desenvolver as competências esperadas em projetos educacionais cooperativos, por exemplo, passam pela reflexão sobre as ações realizadas.

Boa leitura e até a próxima quinzena

Equipe Cooperjovem  SC               

Envie para

Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.