Cooperação em movimento

IMG_542

Alunos do 9º ano da E.E.B. Letícia Possamai.

 

Esta é a última publicação do ano. E para comemorar todas as conquistas de 2017 adotamos Cooperação em Movimento como tema do blog em dezembro, inspirados na ideia da E.E.B. Leticia Possamai, parceira da cooperativa Cravil para execução do Cooperjovem.

Nesta quinzena, embora já tenhamos tratado do assunto aqui no blog e valorizado a ideia como mobilizadora de ações de reconhecimento da cidade como espaço de aprendizagem, publicamos na categoria gestores o texto Cidade Educadora: para saber mais, com a intenção de contextualizar a iniciativa da cooperativa Credija, que organizou um evento com esse tema para reunir as 11 escolas parceiras do Programa Cooperjovem. Compreender que a concepção de Cidade Educadora remete ao entendimento da cidade como território educativo é essencial para garantir a continuidade do processo de formação dos indivíduos para além da escola, em diálogo com as diversas oportunidades de ensinar e aprender que a comunidade oferece.

Aos professores, oferecemos o planejamento da ação, indispensável para compreender o processo de construção e ter acesso às inúmeras atividades que antecedem uma iniciativa dessa grandeza. O texto Nossa cidade educadora – compartilhando um plano de ação coletivo pretende reforçar a importância do uso positivo do espaço público como fonte geradora de convívios e trocas cooperativas que favoreçam a cidadania. Ele descreve todo percurso das escolas para construírem coletivamente a ocupação de um espaço público mais humanizado, que ofereça espaços de aprendizagem e vivência de valores.

A sugestão de atividade, também chamada Cooperação em Movimento, representa uma ação planejada coletivamente para ser realizada pelo coletivo de alunos da escola, pode ser ressignificada por todas as escolas do Programa e adaptada às diferentes situações-problema. Ao aplicarem a premissa de Paulo Freire ação-reflexão-ação, a equipe escolar alçou voo em direção à cooperação. Um contato com a escola pode oferecer mais subsídios sobre os encaminhamentos nas diferentes turmas e inspirar uma excelente ação de revitalização do PEC em 2018.

Cultura da cooperação nas instituições de ensino é a dica da quinzena. Pense que o desenvolvimento de uma cultura de cooperação nas instituições de ensino relaciona-se com o entendimento do espaço escolar não apenas como um local de ensino formal, mas também de formação do jovem como cidadão.

A sugestão de vídeo é O valor da mudança, que trata de uma retrospectiva da escola e da educação pública e das mudanças que a contemporaneidade exige de todos os envolvidos com os processos educacionais. Viviane Mosé apresenta razões e saídas para o enfrentamento de questões que comprometem a inclusão de todos na vida social, a retomada de valores como o respeito à diversidade e a importância da cooperação na vida dos estudantes.

Por fim, publicamos A Agenda 2030: Um plano de ação global para um 2030 sustentável, uma sugestão de leitura já de olho em 2018, quando muitas ações articuladas ao PEC podem ser deflagradas pelas escolas em parceria com as cooperativas. O documento adotado na Assembleia Geral da ONU em 2015, “Transformando Nosso Mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, é um guia para as ações da comunidade internacional nos próximos anos. E é também um plano de ação para todas as pessoas e o planeta que foi coletivamente criado para colocar o mundo em um caminho mais sustentável e resiliente até 2030.

É com essa ideia que nos despedimos de 2017, desejando um Feliz Natal e um 2018 pleno de realizações voltadas ao bem-estar de todas as pessoas, das que estão próximas e das que estão distantes, sempre trilhando o caminho da cooperação e da solidariedade.

Até a próxima

Equipe Cooperjovem  SC

 

Envie para

Este artigo foi postado emsexta-feira, dezembro 1st, 2017 às 12:00 e está arquivado em SESCOOP/SC . Você pode acompanhar quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou comentárioa partir de seu próprio site.

Deixe uma resposta