Temas em Foco

É possível transformar a escola

IMG_532

Mais um ano de ação do Programa Cooperjovem. Mais um ano de mudanças e investimento em práticas educacionais cooperativas. São tempos de reflexão sobre a escola que temos e a escola que queremos. Perguntas e mais perguntas habitam o pensamento dos professores e gestores. O que esperamos afinal das mudanças em  sala de aula e, consequentemente, na educação?

Cidadãos socialmente participativos, críticos, integrados ao seu meio, mais solidários e colaborativos são algumas das expectativas, considerando que essas competências e habilidades impactam a vida da comunidade.

Sabemos que há muita coisa acontecendo, muita gente buscando transformar a educação pública e modificar a relação dos alunos com o saber, traçando caminhos inovadores e realizando ações coletivas para chegar a soluções adequadas aos diferentes contextos. Pois bem, nesta quinzena trazemos uma série de propostas e sugestões que podem colaborar para as mudanças desejadas por cada um e por todos.

Pretendemos ainda incentivar, provocar e disseminar a adoção e o compartilhamento de práticas inovadoras em escolas onde exista o desejo de transformação.

A sala de aula não precisa estar organizada ao redor do professor, mas ser repensada de forma a facilitar a aprendizagem é o texto publicado na categoria gestores, embora seja superinteressante para os professores. Ele aborda as novas práticas que exigem novos espaços, questiona o modelo tradicional de carteiras enfileiradas, apontando para o quadro, pois não responde às necessidades de uma sala de aula do século XXI. Alerta também que o espaço está aí para facilitar uma metodologia, assim sendo, antes de sequer mudar uma carteira de lugar, é necessária uma reflexão sobre que tipo de práticas você vai desenvolver com seus estudantes.

Para os professores, selecionamos o texto O estudante deve ter espaço e apoio para dedicar-se aos seus interesses e objetivos de vida. Trabalhar com “projetos de vida” dentro da escola é um complemento importante à personalização do ensino. Uma vez que você já sabe quem são os seus jovens, agora é preciso descobrir aonde eles querem chegar, para ajudá-los e orientá-los nesse caminho. Mas, atenção! Não se trata apenas de perguntar: o que você quer ser quando crescer? Todo ser humano pensa sobre sua vida, suas escolhas e seus planos.

A sugestão de leitura é Não é fácil sair derrubando muros e paredes de uma escola. O autor sugere que os educadores repensem a configuração da sua sala de aula e agrupem seus estudantes com as carteiras não mais voltadas para o quadro, mas para eles mesmos.

Apostando na participação é uma sugestão de atividade que privilegia duas ações: uma voltada à participação dos alunos (dar voz a eles) e outra de incentivo ao diálogo com as famílias.

A sugestão de vídeo da quinzena é Assembleia no Projeto Âncora é. Nele, a participação dos estudantes nas decisões da escola é valorizada e estimulada pelos professores. Vale a pena ouvir os depoimentos.

Por fim, publicamos a dica 5 motivos para transformar os modelos educacionais públicos ao redor do mundo, pois pensamos que a reunião de textos, atividade e vídeo é uma poderosa estratégia de reflexão sobre as transformações que as escolas do Cooperjovem estão projetando para o próximo ano.

Boa leitura e até dezembro

Equipe Cooperjovem SC

Envie para

Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *